O governador de Goiás, Ronaldo Caiado, inaugurou nesta terça-feira (12/01) a segunda unidade no modelo de policlínica no Estado, localizada em Goianésia. A entrega traz avanços ao serviço de saúde ao oferecer atendimento aos moradores de 60 municípios da região do Vale do São Patrício. “Vamos governar para terminar, para fazer com que as coisas funcionem, dando dignidade ao cidadão em cada região do Estado”, afirmou, ao mencionar as dificuldades que muitos goianos vivenciam ao necessitar de deslocamento para tratamentos que são, muitas vezes, periódicos e para a vida toda.
A interiorização dos serviços foi a estratégia adotada pelo governador para promover a universalização dos atendimentos públicos demandados pela população. Para a Policlínica Regional de Goianésia, o aporte de recursos destinado, quase R$ 9,4 milhões, saiu dos cofres do Tesouro do Estado. A unidade, que tem capacidade para 7 mil consultas mensais, começou a funcionar no primeiro dia útil do ano, 4 de janeiro.
“Eu trabalho para o cidadão, para atender as pessoas mais vulneráveis, mais carentes, humildes”, reforçou Caiado. Ele também defendeu, em discurso, a união de forças com prefeitos e parlamentares para deixar um legado aos mais de 7 milhões de goianos. “É preciso que as pessoas acreditem que nossas lideranças podem somar à melhoria da qualidade de vida do povo”, acrescentou.
Titular da Secretaria de Estado de Saúde (SES-GO), Ismael Alexandrino explicou que a policlínica traz avanços na segmentação do atendimento. “Tínhamos uma atenção primária de atribuição dos municípios e os hospitais, e nada no meio para dar suporte. O governador, como médico, entendeu o vácuo assistencial que existia”, assinalou Alexandrino. “A policlínica representa, justamente, o elo entre a atenção primária e o hospital”, complementou.
Outro serviço que passou a ser disponibilizado para a região do Vale do São Patrício é a Carreta de Prevenção ao Câncer, que percorrerá os municípios vizinhos para desenvolver ações de atenção à saúde da mulher. “Vamos poder diagnosticar o câncer de mama e de colo de útero na fase inicial. Isso é humanizar, é dar qualidade de vida”, ponderou Caiado.
Além dele e do titular da SES, várias lideranças políticas e o vice-governador Lincoln Tejota participaram da entrega de obras em Goianésia. “Já foram atendidas 300 pessoas essa semana [na policlínica]. São 300 pessoas que poderiam ter entrado, às vezes, em uma ambulância, gastado dinheiro do seu bolso, tirado do seu sustento, para ir para Goiânia”, informou Tejota, ao reiterar que o momento é de mudança.
“Hoje é um dia importante para o Vale do São Patrício e para Goiás, até porque a saúde do nosso Estado era a da ambulância. Não tinha uma política pública como temos agora, regionalizada”, registrou o deputado federal José Nelto.
Para o deputado estadual Amilton Filho,  a inauguração “faz valer a confiança que foi depositada no governo”. “A entrega de uma obra como essa traz dignidade, encurta distâncias e salva vidas”, defendeu.
Já o prefeito de Goianésia, Leonardo Menezes, pontuou o apoio dado pelo Governo de Goiás para transformar o atendimento em saúde no município. “Isso só demonstra a nossa parceria e o que nós podemos fazer juntos. A policlínica será um marco”, ressaltou.

O presidente da Câmara Municipal, Fábio da Enigma, disse que receber a obra é motivo de muita gratidão. “Goianésia dá um salto e é um passo a mais estarmos atendendo tantas especialidades no nosso município”, afirmou o vereador.

Fonte: A Redação
(FOTO: CRISTIANO BORGES/GOVERNO DE GOIÁS)

Ajustar fonte